Coronavírus – medidas preventivas no elevador

Apesar da China estar conseguindo reduzir o número de casos confirmados diariamente, agora, o Coronavírus está atingindo o restante do mundo de maneira veloz.

A única maneira de evitarmos o contágio desse vírus é a prevenção. Por isso, resolvemos dar algumas dicas para aqueles que vivem em condomínios ou frequentam prédios, mas principalmente, utilizam o elevador, que é uma cabina fechada e que tem grande potencial para a transmissão.

1 – Frequência de limpeza

O coronavírus se sobressai quanto a sobrevivência fora de um organismo humano. Ele tem a capacidade de sobreviver até 3 dias em superfícies como plásticos e aço inoxidável, aponta estudo feito Pelo Instituto Nacional de Saúde dos EUA.

Em razão disso, é importante que a limpeza dentro dos elevadores seja realizada com maior frequência de maneira a limpar corrimão, paredes e botoeiras. A ABEEL (Associação Brasileira de Empresas de Elevadores) recomenda que a limpeza seja realizada a cada 2 horas.

Síndicos/administradores, cobrem e fiquem atentos quanto a constância da limpeza do equipamento no edifício.

2 – Ao espirrar ou tossir

Sempre que for espirrar ou tossir dentro ou fora de ambientes fechados, por exemplo, como os elevadores, cubra a boca com a parte interna do braço. Evite usar as mãos para proteger o rosto, pois há maiores chances da dispersão das gotículas pelo ar, além do fato de poder tocar em outras coisas e pessoas.

3 – Higienização das mãos

A higienização das mãos é essencial, pois além da contaminação pelo ar (boca e nariz), ela pode ocorrer pelas mãos, olhos a até mesmo pela roupa.

Por essa razão, deve lavar a todo momento as mãos com sabonete, sem esquecer das unhas e entre os dedos. O processo de uma boa lavagem dura cerca de 20 segundos (tempo da tradicional música “Parabéns a você”).

A dica também é não levar, em nenhum momento, as mãos ao rosto e sempre higienizá-las, seja com água e sabonete ou álcool em gel.

4 – Distância de precaução

Em alguns países, está ocorrendo já a medida preventiva de distância. Ou seja, as pessoas em filas ou locais com aglomerações ficam com distância mínima de 1m entre elas.

No elevador, um local “apertado”, recomenda-se que as pessoas sejam transportadas uma a uma – independente da capacidade do elevador. É indicado também a lavagem da mão ou esterilização com álcool em gel após o uso do equipamento.

Se possível, opte também pelas escadas. Mas lembre-se, há também o contato no corrimão, por isso é importante a higienização logo depois.

Agora que você já sabe…

…como se prevenir contra esse vírus que, principalmente, atinge os idosos, faça sua parte e colabore para que mais pessoas não sejam contaminadas.

8 comentários sobre “Coronavírus – medidas preventivas no elevador”

    1. Olá, Elisandro.

      Recomendamos que faça uma solução de detergente neutro com água morna e coloque em um borrifador. Em seguida, umedeça um pano com esse líquido e comece a passar nas botoeiras, no corrimão e nas paredes. Após esse processo, pegue um pano e umedeça-o com água limpa para passar em todo o equipamento também. E por último, com um pano seco, limpo e macio, passe retirando as possíveis manchas d’água.
      Para os espelhos, pode-se repetir o mesmo processo acima. Entretanto antes do início é preciso tirar o pó com um espanador ou um pano seco, de maneira a evitar riscos e manchas após a limpeza.
      Para os pisos, pode ser utilizada a mesma solução de água e detergente neutro aplicada a um pano de chão (sem encharcar com o líquido). Após passar com um rodo essa solução, utilizar um pano seco para a finalização.
      *Jamais utilize água/produtos líquidos direto no elevador, sempre aplique em um pano de maneira a umedecer. O elevador contém muitos componentes elétricos e a limpeza executada de maneira errada pode prejudicar seu desempenho.

    2. Bom dia.
      O melhor produto com propriedades antibactericidas é a água sanitária.
      O mesmo deve ser aplicado com pano torcido, a fim de não danificar as partes eletrônicas, que são sensíveis a umidade e corrosão.

      1. Olá, Edson!

        Sim, a água sanitária é um produto antibactericidas excelente e pode/deve ser usada para limpar a casa, ainda mais em nossa condição atual.
        Porém, ela ocasiona o desgaste precoce do aço inoxidável, além de, com o tempo, deixar manchas.
        Por isso, o recomendado é o detergente ou sabão neutro, pois além do odor não ser agressivo, a estrutura do vírus é vulnerável às substâncias presentes nesses produtos.

    1. Olá, Lucia!
      Obrigada por compartilhar sua dica e experiência com a gente.
      Mas ainda sim recomendamos a solução de água com sabão pois o material de cada modelo de elevador e fabricante tem suas variáveis.

Deixe uma resposta