A Importância do Novembro Azul

Sua masculinidade só é afetada quando você não se cuida!

Conhecido mundialmente, o Novembro Azul é um movimento que acontece em prol do diagnóstico precoce do câncer de próstata, sendo uma estratégia para possibilitar melhor chance de tratamento. O mês de novembro serve para reforçar a importância do homem cuidar da sua saúde, a ideia é tornar os homens mais conscientes e alertar para alguns preconceitos que podem colocar em risco suas vidas.

Envolvido em muitos tabus, principalmente por se tratar de uma doença, essencialmente, masculina, milhares de homens deixam de fazer esse exame preventivo. A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto (parte final do intestino grosso). A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada.

Atualmente, existem dois tipos de exames para diagnosticar esse tipo de doença:

  • Dosagem de PSA – exame de sangue que avalia a quantidade do antígeno prostático específico.
  • Toque retal: como a glândula fica em frente ao reto, o exame permite ao médico palpar a próstata e constatar se há nódulos (caroços) ou tecidos endurecidos (possível estágio inicial da doença). 

Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. A maioria, porém, cresce de forma tão lenta (leva cerca de 15 anos para atingir 1 cm³ ) que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

Para ciência da gravidade do caso, esta doença é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens brasileiros – de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), perde somente para o câncer de pele não-melanoma. Estima-se que em 2018, mais de 68 mil novos casos da doença foram confirmados, e na sua maioria, as vítimas são homens acima dos 50 anos, além de pessoas com presença da doença em parentes de primeiro grau, como pai, irmão ou filho.

Não há por que ter resistência quanto ao exame. Quando trata-se de vidas, os valores mudam.

Previna-se!

Deixe uma resposta