Época de chuva: saiba dos cuidados com os elevadores

Como proteger seu elevador de raios e tempestades?

A chuva é um fenômeno natural que, graças a ela, é possível que se complete o ciclo da água possibilitando a vida. Porém a precipitação em grande escala revela preocupações como transtornos em centros de cidades, tombamento de árvores e alagamentos; sem contar que há riscos dos raios e da queda de energia que podem provocar danos em aparelhos.

Por isso, tem-se um grande receio quanto a equipamentos movidos a eletricidade e com o elevador não seria diferente, afinal é um produto de médio/alto custo e que lida com vidas. Então, qual a melhor maneira de preservá-los desses eventuais casos? E como condômino, como pode conservar este equipamento no período de chuvas?

Abaixo seguem algumas orientações que recomendamos você, usuário, praticá-las.

Dicas de conscientização para condôminos e usuários de elevadores:

  • Se estiver com capa de chuva, sombrinhas ou até mesmo botas, deixe a água escorrer bem antes de entrar no elevador;
  • Evite pressionar as botoeiras com as mãos molhadas;
  • Em grandes tempestades, é indicado ao síndico/zelador desligar o elevador direto na chave geral, e que durante as horas de risco os usuários utilizem as escadas;
  • A caixa corrida ou até mesmo a cabina do elevador, podem ocorrer de entrar água, caso ocorra, chame o elevador para o último andar e desligue o equipamento;
  • Enquanto estiver no elevador, a energia também pode acabar, mas não se desespere nem tente sair do equipamento. O interfone e/ou alarme estarão sempre ativos, assim, peça ajuda e aguarde até ser socorrido;
  • Em caso de elevadores que contenham casa de máquinas, é importante sempre verificar se não há infiltrações ou qualquer brecha que possa molhar as maquinhas ou que atrapalhe seus desempenhos.
  • Não deixe de fazer a manutenção mensal, ela é essencial para a saúde do elevador e para evitar que aconteça acidentes;

Vale lembrar que o socorro em elevadores só pode ser feito ou pela assistência técnica de manutenção do elevador (que por lei tem que ter contrato vigente) ou pelo Corpo de Bombeiros.

Coloque em prática isso em sua rotina, observe sempre os usuários e claro não esqueça da manutenção, pois é essencial para o funcionamento perfeito do elevador.

Gostou? Deixe um comentário, uma sugestão ou compartilhe sua experiência

Consulte a unidade VILLARTA mais próxima de você!

Clique aqui e fale conosco

Deixe uma resposta